Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


ESCOMBROS
Lílian Maial
 
 
Partiu da minha boca este cometa,
riscou o céu da tua e se perdeu.
No rastro do teu beijo, uma ampulheta
escoa o nosso tempo: areia e breu.
 
Os restos soçobraram na sarjeta,
nos versos que o meu peito descreveu,
e a boca deu à luz a borboleta,
nas cores que a rotina se esqueceu.
 
O meu vociferar feriu teu sonho,
palavras de um roteiro tão medonho,
de um filme que congela até os ossos.
 
Pois deixa-me vagar na poesia,
na solidão do verbo, na agonia
de ter que conviver com meus destroços!
 
***************
 
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 07/12/2014
Alterado em 07/12/2014


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet