Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


OFERTÓRIO
Lílian Maial


Dou-te minha inocência e devassidão,

Para que te cubras de perdão,
Para que tuas manhãs sejam de linho
E tuas noites recendam a leveza.
Que tenhas paz.

Entrego-te meus olhos,
Para que enxergues, em ti,
O homem que vejo.
Cuida bem dos meus luares
E não te esqueças de estendê-los,
Quando a noite vier dar no mar.

Mergulha em mim,
Aceita o meu sorriso!
É o que basta.

E beberei teu brilho tímido
Em goles de calma e caminho.

Adiante mais um pôr de sol.


********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 26/11/2013
Alterado em 21/10/2020


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet