Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


POEMA CRIANÇA
® Lílian Maial
 


meu poema saiu correndo

desceu a rua apressado

pulou a poça de água

dobrou a esquina de vento

entrou em casa suado

poema mais arteiro

queria ver o desenho

mais animado estava o dia

com sol e sombra nas árvores

voltou pra rua levado

com cheiro de terra molhada

respingos de chuva na cara

tão suja de bolo e de bala

poema da pá virada

dormi u cansado da farra

sonhou com fadas e herois

acordou rapidinho e foi...

 
**************
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 20/12/2012


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet