Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


Tem Alguém Aí?
Lílian Maial
 
 
Quem sabe de mim
são os azulejos do banheiro,
aqueles de dentro do box,
onde deixo a água rolar pela face,
feito disfarce.

Quem entende as minhas dores
são as folhas de papel,
ou mesmo a tela de luz fria,
por onde escrevo essas coisas tortas,
feito minha parca compreensão.

Quem deturpa meus sentimentos
são esses versos primários,
esses que tento insistentemente compor,
mas que teimam em não traduzir,
feito falta de talento.

Quem me conhece
são esses dedos marcados,
são essas lembranças perdidas,
que me recordam cada dia,
feito o último. 

 
***********
 
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 26/10/2009


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet