Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


O SONO DOS AMANTES
®Lílian Maial
 

 
Trago, para teu deleite, as cores do nascer do sol
e o doce encanto dos leitos de relva.
Deita, amado, tua pele alva,
em contraste com o ardor rutilante do meu peito!
Pega, adorado, as gotas de orvalho,
e dá de beber ao devaneio,
e mata a tua sede de calmaria!
 
Estamos sozinhos, querido,
sem jogos, sem máscaras.
Frente a frente, nús.
Te assustas?
Não confias?
Então mergulha no amor de tantas eras,
que te amparo a queda e o medo!
 
Estamos na contramão do tempo.
Somos o que desejarmos ser.
Não me despertes da poesia,
pois a palavra é sólida e sofrida.
e nada é mais real do que a dor.
 
**********
 
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 11/06/2009


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet