Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


CANTOS DOS CANTOS DE AMOR
Lílian Maial


Canto V
 
Por onde anda o meu amado,
por que caminhos de pedras, cascalhos e barro,

aquele, por quem meu corpo treme
e meu coração suplica?

O homem dos meus encantos,
aquele que me enxerga dentre todas
e me escolhe companheira.

O homem por quem lutaria cada batalha
e todas as guerras,

com o sorriso servil dos abençoados
pela chaga do amor.

Aquele que se aconchega em meu ombro
e acaricia meus dedos,

como quem toca a mais cara escultura,
a mais rica seda.

O pastor de rebanhos de sonhos,
o que leva o bastão da sabedoria,

veste os trajes da humildade
e pisa calçado de certezas.

Por onde anda o criador de pássaros,
que os ensina a cantar e fazer ninhos,

e tem em meus braços a morada?

Eu, a amada!
Aquela por quem abdicaria de todos os tronos,

para reinar, absoluto,
nos campos férteis do ventre da mulher que ama.

 
 
**********************************
 
 
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 24/05/2009
Alterado em 24/05/2009


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet