Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos



IN NATURA
®Lílian Maial
 
 

Esta mata
densa e intolerante
dos dias
apaga a trilha
rota de insônia
sob o sorriso da noite.
 
O cheiro da dúvida
repousa no travesseiro da escolha
e a madrugada - guia atrapalhada -
camufla os sentidos
e as estradas.
 
Carícias esmagam a resistência
de um corpo-trincheira
de fé e nevoeiro
onde as pernas já não sustentam
o andor.
 
Uma floresta de palavras copadas
encobre a face
e filtra os raios da mentira
nutrindo de calor
a sombra.
 
E um poema se faz nascente
percorrendo léguas de lembranças
ceifando e erodindo
os olhos de rio
até desaguar
feito seixo
na boca.
 
*********
 
 
 
 
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 18/02/2009


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet