Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


POETA REI
®Lílian Maial



Nem ouro ou diamante posso ser,
Mortal e sempre falha é meu destino:
Mulher, poeta, louca em desatino,
Na busca da verdade do viver.

Não deves, certamente, me prender,
Tal ave na gaiola do menino,
Que, em versos, tu encontras, cristalino,
Tesouro que não há como esconder.

Não posso ser teu Midas, nem teu Baco,
e ver o meu segredo num buraco,
caniços espalhando em assovio.

Tocar-me, podes sim, que o verso é jóia,
e o corpo do soneto alcança a glória,
Na Frígia, Paraíba, ou no meu Rio.

***********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 03/02/2009


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet