Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


MAQUIAGEM
Lílian Maial


Olho roxo.
Sombra cabisbaixa nas pálpebras.
O amor dissolvido em unguentos nas órbitas,
azulando, esverdeando, amarelando...
Mas as entranhas sangram rubras
e o vermelho tinge a promessa.
E dói.
Mais que o olho,
mais que o soco.
Dói tanto, que a voz some.
Dói, que cala.
Nunca mais os olhos verdes de horizontes.
Nunca mais a criança acenaria nas pequenas coisas.
O murro na alegria,
na entrega,
nverdade.
O olho roxo se perpetuaria.
Repete-se na perplexidade.
O amor mudou de cor.
A cor mudou de dor.
A dor emudeceu.
Amor doente.
A morte.

*******
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 19/05/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet