Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


AS PEDRAS DE PARATY
Lílian Maial


As pedras de Paraty
ainda exibem a perplexidade
do mar que avança
do bêbado que disfarça
da mulher de rosa
do menino de pistola
do velho que esmola
do cão chutado
do barco ancorado
do olhar distante
da mãe insone
do pai que espanca
do irmão que mata
do sol que morre
do dia que nasce
e tudo continua igual.

*******
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 23/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet