Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


HORIZONTE
    Lílian Maial


Horizontes me deixam inquieta,
mais que chuva ou vento.
Têm jeito de deitar,
de calar, esperar
de cama, de karma
de morrer.

Prefiro a irriquietude das ondas,
raios e trovões,
do barulho de folha balançando.

Há todo um enlace no bater das asas das borboletas,
no doce balé do destino de voar.

Tenho borboletas nos cílios
e meus olhos voam.
Descanso no horizonte,
depois da chuva.


***********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 14/01/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet