Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


SONETO DE ANO NOVO
Lílian Maial


A flor desabrochou, me deu bom dia,
o sol se arrepiou por trás do vento,
não há lugar pra angústia ou pra lamento,
se tudo recomeça em poesia!

 
As dores levam carta de alforria
e toda cicatriz sabe que eu tento,
não posso descuidar um só momento,
que o início é sempre tempo de alegria!

Eu sei da solidão de um amor sem dança,
conheço a tempestade da doença,
assim como as mazelas do meu povo.

Mas tenho essa certeza de criança, 
que aquilo que plantaste em tua crença,
recolherás ao longo do Ano Novo!

*************
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 02/01/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet