Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


(IN)VENTO
®Lílian Maial
 
Um pouco de tudo se vai na poeira que o vento leva.
As folhas se deixam acariciar pelo mesmo vento e se esticam, tentando alcançá-lo,
mas ele já se foi ventar em outras esquinas.
O vento tem o poder de tocar o fogo, o sol, encrespar o mar, os rios,
fazer rir as flores, incitar tempestades, propagar a música.
No entanto, apenas passa.
A poeira fica, as flores caem, o sol se põe, a música se eterniza, o poema se escreve.
O vento sopra as partituras e as folhas dos livros.
E todos cantam.
 
*********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 03/01/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet