Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


PROFUNDEZAS
Lílian Maial


Quando eu me lancei nesse buraco negro,
em que as forças eram mero adendo às aparências,
fui sugada e fui sugando o todo guardado,
escancarando as defesas, sem pudor.

Quando eu mergulhei nesse oceano negro,
sem boia ou salvação, as águas em rebuliço,
inindando as veias, alagando os vales,
irrigando sonhos...

Quando eu me aconcheguei nos teus espaços infinitos,
entre pelos, lábios e incertezas,
venci as barreiras todas
e me iluminei no breu
da covinha do teu queixo,
descortinando o sorriso,
que me trouxe à tona de mim.

*******************
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 27/10/2014
Alterado em 27/10/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet