Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


DUAS
Lílian Maial


 

Somos duas 
Não gêmeas, ambas fêmeas, 
Somos duas. 
Uma destra, outra sinistra, 
Uma levada, outra anarquista. 
Uma sofisticada, outra caseira, 
Uma bem amada, outra presepeira.

Somos duas. 
Uma que ama, outra que reclama. 
Uma que vence, outra que convence. 
Uma que estuda, outra arquiteta. 
Uma selvagem, outra irrequieta. 
Somos duas. 
Uma te quer, outra te repele 
Uma é mulher, outra mademoiselle. 
Uma sente muito, outra é prisioneira. 
Uma guarda tudo, outra é fuxiqueira.

Somos duas. 
Uma livre, libertina. 
Outra simples, na cozinha. 
Uma ardente, sensual. 
Outra silente, casual. 
Somos duas 
Somos opostas 
Somos compostas 
Somos dispostas 
A ser uma só.

 

                                               *********

Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 20/02/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet