Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


DEMÃOS
          ®Lílian Maial


 
A poesia das mãos tem cheiro de conforto.
Doce olhar de cuidado, poder de cura, milagre.
Pensar o corpo no anseio da visita do aconchego,
quando as dores se encolhem,
o medo se esvai, a febre cede ao sorriso.
Aquele velho gosto de abandono
se dissolve no sabor da doação,
como serpente amiga, sinuosa e lenta,
sem pretensão da pressa,
que apenas arrasta sua sina.
O amor tem poesia em versos tortos,
cegueira de vendas perfumadas,
luz que se observa na distância.
Como saber, de nascença,
o dom de acalentar desolhares.

 
************
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 05/09/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet