Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos


ESTOU NO MUNDO
®Lílian Maial


 
Quantas vezes a chuva escreveu na pedra
o poema que teus olhos me disseram,
sem que a boca se movesse?
 
Quantas noites de risos e luas
as sombras nubladas encobriram,
sem que estrelas entendessem?
 
Eu caibo em todas as folhas outonais.
Eu corro por todos os leitos fluviais.
Estou na vida, nas ruas, despida,
como vim ao mundo.
 
Não há um só segundo
em que a palavra não se perca.
 
O momento escoa pelo ralo
e o teu sorriso mal disfarça.
 
Mais um dia se vai.
Menos um poema se escreve.
 
Ainda há tempo de não ter mais tempo...
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 10/04/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet