Lílian Maial

Basta existir para ser completo - Fernando Pessoa

Textos



   De Pedras, Rios e Loucura
                                                 ®Lílian Maial & Nathan de Castro
 

As águas do riacho choram fendas,

e o limo que as protege não as ama,
mas a paixão é o veio, a curva e a chama
da cachoeira azul, do amor, das lendas.

Amar é uma doutrina de contendas

do peito embevecido, que proclama
o amor maior, quando a loucura inflama,
e dita ao verso a sombra, a veste e as tendas.

Coloca uns versos no teu pensamento

e um tanto dessas pedras que há nos rios,
correndo por cem anos de torpor.

Então terás, nas mãos, o firmamento,

E toda a sapiência dos vazios,
E só, assim, verás o que é o amor.

**********

Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 17/01/2009
Alterado em 05/05/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras
 
Tweet